terça-feira, 22 de dezembro de 2015

As eleições do Conselho Tutelar do Município de Ilhéus ocorridas no dia 04 e 15 de novembro último, tiveram seus efeitos suspensos, bem como a posse dos novos conselheiros eleitos, em face de irregularidades apontadas no processo eleitoral. Segundo a Defensoria Pública Estdual, autora da Ação civil Pública, esta disse que o pedido de suspensão tem eficácia até o julgamento de mérito da decisão, com reais possibilidades de anulação das eleições em definitivo. As eleições em Ilhéus foram marcadas por várias denúncias de fraudes com o desiderato de beneficiar candidatos ligados ao governo municipal, como sempre ocorreu nas eleições deste governante, e tornou-se uma praxe. Em Ilhéus o processo ocorreu em dois momentos. Dia 04/11 foram realizadas as eleições da Zona sul e Centro Oeste. Já a eleição da Zona norte foi no dia 15/11, em função de irregularidades anteriores de vazamentos de cédulas em branco, bem como malandragens no momento de votação, onde tudo verdadeiramente ocorreu de maneira inusitada. No processo nº 0502332-25.2015.8.05.01.02 da 1ª Vara da Fazenda Pública, a Liminar concedida tem por escopo suspender as eleições para escolha de membros do Conselho Titular de Ilhéus ou Caso Exaurida todas as etapas do certame, suspender a nomeação dos eventualmente eleitos, até a decisão de mérito na citada ação. Por Elias Reis

0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.