segunda-feira, 20 de julho de 2015

(Foto: Divulgação)

Uma jovem de 22 anos foi presa na quinta-feira depois de matar o pai na quarta (15) na zona rural de Casserengue, na Paraíba. Rosângela dos Santos de Aguiar aparece em um vídeo contando detalhes de como matou o pai, o agricultor Geraldo Rivaldo de Aguiar, 45. Segundo ela, o motivo do crime foi o fato do pai tê-la estuprado.

A jovem conta que chegou de moto e conversou com a mãe, dizendo que a amava e não a veria mais. Depois, encontrou o pai e o atacou inicialmente com uma faca, e depois atirando nele, segundo o R7. Ela conta que queria ter arrancado a cabeça da vítima e pendurado em uma estaca, mas não conseguiu.

Ela relata que era abusada desde a infância e não diz não estar arrependida, fazendo a revelação de que bebeu o sangue do pai depois do crime. "Nem um pingo não me arrependi, mataria de novo. Beberia o sangue dele de novo, beberia não, eu bebo, só basta ter", afirma. Questionada porque sentia tanta raiva do pai, ela o chama de "estuprador safado" e "para mim era um lixo".

Outros suspeitos de envolvimento no crime, dois jovens e uma adolescente de 15 anos, também foram presos. Com os suspeitos, a polícia apreendeu dois revólveres, duas facas, 112 pedras de crack e maconha.

Segundo o Jornal da Paraíba, os envolvidos fugiram para a cidade de Arara depois do crime, onde acabaram sendo presos. A filha diz no vídeo que os comparsas não participaram do crime e só a ajudaram a sair da cidade.

 

correio


0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.