sexta-feira, 3 de abril de 2015

O governador Rui Costa garantiu que nenhum dos funcionários da EBDA e da Bahiatursa que estão há muito tempo nas duas empresas será prejudicado. As demissões que vão começar segunda na EBDA são principalmente para aposentados e os que exercem funções comissionadas nelas ou em órgãos públicos:Os que têm muito tempo de casa terão contratos com salários semelhantes noutros locais até que se aposentem. Rui diz que no caso da Ebal, ou Cesta do Povo, é diferente. A empresa será vendida e os novos donos é que vão decidir o que fazer com o corpo de funcionários. Uma comissão foi montada para fazer uma avaliação plena da Ebal, tanto administrativa como patrimonial.Em dezembro passado o deputado Euclides Fernandes apresentou emenda propondo que os funcionários sejam alocados no estado. O governo não cogita isso.

Informações do A Tarde.


0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.