sábado, 9 de julho de 2016

A verba desviada dos cofres da Prefeitura de Mirangaba, no Centro-Norte baiano, serviu para comprar ao menos 184 cabeças de gado. O prefeito, Dirceu Mendes Ribeiro (PDT), é o principal suspeito de desviar o dinheiro destinado à educação do município, segundo a Polícia Federal.De acordo com a chefe da Delegacia de Repressão à Corrupção e Crimes Financeiros (Delecor), Luciana Matutino Caires, agentes da PF encontraram comprovantes da posse de 184 cabeças de gado e 14 fazendas, em nome de terceiros, na casa de Dirceu. A polícia ainda não sabe o valor de todos os animais, mas ao menos dez deles foram comprados por R$ 125 mil.A ação fez parte da Operação Misore, que investiga como os envolvidos no desvio lavavam o dinheiro. "Ele (o prefeito) adquiria gados em nome de terceiros e colocava para pastar em fazendas também de terceiros. Era ele, no entanto, que pagava impostos dessas propriedades", explica a delegada. Embora a polícia já tenha confirmado um desvio de ao menos R$ 300 mil, esse valor pode chegar a R$ 800 mil.
correio

0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.