sábado, 20 de fevereiro de 2016


Nesta sexta-feira, dia 19 de fevereiro, o Departamento de Polícia Técnica de Itamaraju (DPT), divulgou à imprensa o resultado do laudo de medicina legal feito no corpo da adolescente Denize Silva de Oliveira, de 17 anos, encontrada morta no último dia 18 de janeiro, em um terreno baldio próximo ao Mercado Municipal, nas imediações da Praça da Independência. Os médicos legistas concluíram que a menor foi assassinada por esganadura, quando o assassino comprime o pescoço da vítima até o momento que a mesma pare de respirar. O criminoso pode ter usado as próprias mãos ou algum outro instrumento para provocar o estrangulamento. Os laudos ainda apontaram que a genitália da jovem, encontrada com as calças arreadas, apresentava sangramento com laceração vaginal e equimose, evidenciando violência sexual. As conclusões dos exames já foram entregues à Delegacia Territorial de Itamaraju (DT), para serem incluídas no inquérito policial do caso instaurado à época pela delegada Rosângela Santos. Até esse sábado (20), 33 dias após o crime, a polícia não conseguiu nenhuma pista que pudesse levá-la ao maníaco.
teixeiranews

0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.