terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Supostas irregularidades no transporte público de Ilhéus são alvo de investigação do Ministério Público Estadual. Após uma denúncia do Vereador Alisson Mendonça, feita durante sessão ordinária, o Promotor de Justiça Frank Ferrari instaurou um procedimento investigatório para apurar concessão de benefícios fiscais, por parte da Prefeitura de Ilhéus, às empresas de transporte coletivo. Nesta segunda-feira, (25), o Vereador Alisson postou uma intimação do MP em seu perfil do Facebook, o qual é convidado pelo Promotor, à prestar maiores esclarecimentos acerca da notícia de concessão. A gestão do prefeito Jabes Ribeiro é acusada de anunciar uma redução no índice do Imposto Sobre Serviço (ISS), onde há fortes indícios de esquema de pagamento de propina em troca de concessão de benefícios fiscais cedido pelo atual gestor municipal. Vale ressaltar que houve a isenção de PIS e Cofins e redução do ISS de 2,5% para 2%, diminuindo em 4,15% os encargos das empresas, e como em Ilhéus não houve redução da tarifa, esta isenção virou lucro líquido para os empresários. Em Ilhéus, operam tão somente duas empresas, Viametro e São Miguel, que atuam conjuntamente em Associação (Atranspí). 
Ilhéus24h

0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.