sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Acontece neste sábado, 22, em Ilhéus, o Dia D de vacinação contra a poliomielite e multivacinação, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). As doses das vacinas já estão disponíveis nas unidades da rede básica de atendimento. A data da mobilização foi alterada em virtude do feriado de Nossa Senhora da Vitória, padroeira de Ilhéus, ocorrido no último sábado, 15. De acordo com a supervisora de Imunização da Sesau, Walkíria Cardeal, o trabalho se estenderá até 31 deste mês e os postos funcionam das 8 às 17h.

Devem ser vacinadas indiscriminadamente crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade. É imprescindível apresentar a carteira de vacinação. De acordo com Cardeal, os seguintes bairros estarão com unidades oferecendo as vacinas: Olivença, Nossa Senhora da Vitória, Nelson Costa, Parque Infantil, Iguape, Centro Social Urbano (CSU), Teotônio Vilela, Banco da Vitória, Salobrinho, Vila Cachoeira, Conquista, Princesa Isabel, Basílio, e também na antiga sede do Sesp, na Avenida Canavieiras.

Em Ilhéus, a meta é vacinar 12.281 crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos, tanto contra a poliomielite, quanto às outras imunizações. “Para atingir a meta, contamos com a atenção dos pais dessas crianças, para que se atentem ao prazo da campanha, ao horário de funcionamento das unidades e que levem a carteira de vacinação”, ressalta a supervisora Walkíria Cardeal.

Além da proteção contra a paralisia infantil, a campanha será a oportunidade para colocar a vacinação em dia. Para isso, é fundamental que os pais levem a caderneta das crianças para ser avaliada. As vacinas em atraso podem ser administradas, na hora, pelo profissional de saúde.

Zona Rural – Para atender à população de localidades distantes do centro, a Secretaria de Saúde de Ilhéus já mantém quatro equipes volantes que visitarão localidades rurais até o dia 31 deste mês.

Campanha – A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, coordenada pelo Ministério da Saúde, tem o objetivo de vacinar indiscriminadamente crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade, mantendo, desta forma, elevadas as coberturas vacinais de forma homogênea em todos os municípios, visando evitar a reintrodução do vírus da doença no País.

Multivacinação - Com relação à Campanha Nacional de Multivacinação, que também tem como grupo alvo as crianças menores de cinco anos, a estratégia é oferecer várias vacinas ao mesmo tempo. A proposta é melhorar a cobertura vacinal da população e otimizar a logística dos serviços de saúde.


0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.