segunda-feira, 27 de julho de 2015

Um jovem de 18 anos morreu neste sábado (25), depois de injetar hidrogel no pênis. O caso aconteceu na cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Ele chegou a ser socorrido para a unidade de emergências do Hospital das Clínicas, mas morreu quatro horas depois por insuficiência respiratória. A polícia investiga a morte. 
Formado por 98% de água e absorvido pelo corpo após dois anos de uso, o hidrogel pode provocar complicações como alergia rejeição e infecção quando utilizado de forma incorreta. A substância é utilizada para aumentar regiões do corpo.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a importação e venda do hidrogel no Brasil, mas sua aplicação continua liberada por clínicas e médicos que tenham o material em estoque.

correio


0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.