terça-feira, 17 de maio de 2016

Uma denúncia feita à polícia no domingo (15), chocou os moradores de Itabuna. De acordo com denúncia da tia da criança, que tem a guarda da menor, uma menina de seis anos foi queimada pela mãe nas costas e na perna. A tia da criança, Joselane Costa, diz que a menina apresentou as marcas de queimadura depois da mãe levá-la para casa na sexta-feira (13). A mulher não foi presa e a polícia aguarda queixa em delegacia especializada para começar a investigação. A mãe da menor teria a queimado com um garfo esquentado no fogão. Segundo Joselane, a queimadura tem o formato da letra “M”, e ela acredita que faça referência à inicial do apelido da mãe da menina, conhecida como “Meca”. A tia da menor diz ter prestado queixa no complexo policial em Itabuna no domingo (15) e levado a criança para fazer perícia da agressão no Departamento de Polícia Técnica, na segunda-feira (16). Joselane diz que é irmã do pai da criança que, segundo ela, não tem condições de cuidar da menina. Ela afirma que tem a guarda provisória da criança depois de um incêndio em que três irmãos da menina morreram, em um lixão da cidade, há dois anos. Segundo ela, após a morte dos irmãos da criança, ela cuidou da menina, que chegou a ficar internada com desnutrição e pneumonia. Segundo a tia, a Justiça concedeu à mãe o direito de ficar com a garota nos finais de semana. A delegada Roberta Alban, da Delegacia da Mulher (Deam) de Itabuna, informou que teve acesso ao boletim de ocorrência registrado pela tia da criança no complexo policial, mas afirma que a investigação não começou porque a parente precisa oficializar a denúncia na unidade especializada. 
Bahia no Ar

0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.