segunda-feira, 24 de abril de 2017

Após informações anônimas de que um dos envolvidos na morte do policial Tyrone Thomas de Aquino estaria fugindo para a cidade de Salvador, policiais civis da 7a COORPIN Ilhéus e militares da CIPE Cacaueira, SOINT 68 e 69, interceptaram um ônibus da Viação Águia Branca, por volta das 02h da segunda-feira (24) na cidade de Gandu.

Danilo José Silva Santos foi localizado e afirma que a morte do policial militar teria sido praticada por Fabrício Santana Caetano, vulgo “Beço” e Everton. Ele disse ainda que o encarregado de dirigir o veículo usado na fuga foi Fabrício Magno de Santana, vulgo “Testinha”. Em diligência, foi conduzido Fabrício “Testinha” e apreendido o veículo GM/CELTA cor branca, placa policial OKU1118 supostamente usado na fuga.

Fabrício Santana Caetano “Beço” também foi conduzido. Este, a princípio negou as acusações, mas indicou o local onde foi escondida, ontem (23), uma pistola que teria sido usada no crime. Em diligências ininterruptas policiais civis e da CIPE CAERC foram ao imóvel indicado no Alto do São Domingos, onde foi apreendida dentro de uma cama box a pistola . 380, da marca Taurus, com numeração suprimida e municiada com 08 cartuchos.

Danilo informou que a ordem para matar o policial teria sido originada por Adailton Soares dos Santos, vulgo “Dai” (um dos líderes do Raio A e recluso no Conjunto Penal de Itabuna) com promessa de pagamento da quantia de R$2.000,00 e um quilo de maconha para a dupla de executores. Em desdobramento, prepostos da 68a CIPM, por indicação dos investigados foram à Rua Arthur Bernardes, n° 234, no bairro da Conquista e apreenderam um revólver calibre 38, da marca ROSSI, nº 388227, em poder de Pipou Cleber Machado dos Santos, com 06 cartuchos intactos.
Agravo

0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.