segunda-feira, 9 de maio de 2016

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), avisou a senadores nesta segunda-feira (9) que pretende dar prosseguimento à tramitação do procesSo de impeachment, independentemente da decisão do presidente em exercício da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA).

Ele fez essa avaliação em conversa com líderes partidários na residência oficial da Presidência do Senado.

Com isso, Renan deverá ignorar o decisão de Waldir Maranhão, tomada na manhã desta segunda, de anular a sessão da Câmara que aprovou a abertura do processo de impeachment e de pedir ao Senado que devolva o processo para a Câmara.

"Ninguém aqui no Senado é louco de seguir o Waldir Maranhão", disse ao Blog o presidente em exercício do PMDB, senador Romero Jucá.

Outros senadores do PMDB vão no mesmo sentido. O líder do partido, Eunicio Oliveira (PMDB-CE), já comunicou aos integrantes da bancada que Renan deve anunciar sua decisão ainda nesta segunda-feira, depois de fazer todas as consultas.

"Renan está fazendo o que Waldir Maranhão não fez: ouvir todo mundo. E vai dar prosseguimento ao processo de impeachment. Essa é uma decisão que já tinha sido tomada pela Câmara. Não tem como voltar atrás", reforçou ao Blog o senador Waldemir Moka (PMDB-MS).
g1


0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.