sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Por: Agravo
Isaac disse que seu advogado entrará com um pedido de reconsideração do processo.
Isaac disse que seu advogado entrará com um pedido de reconsideração do processo.
Ex-gestor da Bahia Pesca, Isaac Albagli de Almeida disse ter sido “surpreendido” pela rejeição das contas da empresa que geriu em 2010 – a Bahia PescaDe acordo com Albagli, ele foi ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) no dia 25 para fazer sustentação oral da sua defesa por entender que a auditoria do TCE apresentava equívocos, “especialmente quanto à imputação de responsabilidade financeira por ter pago jetons aos membros do Conselho de Administração”. “Certamente os senhores conselheiros acatariam meus argumentos, pois esse procedimento existe há mais de 30 anos e nunca foi contestado pelo TCE. Ademais, o gestor não tem interferência alguma sobre o referido conselho. No dia 25, como dito, eu estava presente no plenário para a sustentação oral, mas o conselheiro-relator Pedro Lino, retirou o processo de pauta. De forma surpreendente o levou à julgamento na data de hoje, sem que o interessado tomasse conhecimento, cerceando assim o direto do contraditório e ampla defesa”, justificou. Ainda de acordo com Isaac Albagli, o advogado dele entrará com um pedido de reconsideração do processo. “Certamente será acatado por questão de justiça”,

Comentário do editor desta postagem da AGUILHOTINA:  Piada essa surpresa. Sarcasmo?


0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.