sábado, 28 de março de 2015

Vítima de assalto, professor é baleado em Ilhéus

O professor Paulo Sávio, da área de computação da Uesc (Universidade Estadual de Santa Cruz), foi assaltado por volta das 19h de ontem (26), na Sapetinga, bairro da zona sul de Ilhéus. O assaltante fez um disparo de arma de fogo, que atingiu o maxilar do docente. Com o impacto, Sávio perdeu alguns dentes e foi levado para o Hospital Regional. Após uma pequena cirurgia, ele foi encaminhado ao Hospital Calixto Midlej, em Itabuna, onde concluirá o tratamento. Segundo informações de funcionário do Regional de Ilhéus, o estado de saúde do professor é estável.

Blog de Ilhéus

 

Polícia Federal prende vereador de Porto Seguro

Uma força-tarefa previdenciária, integrada pela Polícia Federal, Ministério da Previdência Social e Ministério Público Federal, deflagrou uma operação, na manhã desta sexta-feira (27), em Porto Seguro, Itamaraju, Teixeira de Freitas, Itabela e Prado, além do município capixaba de Vila Velha. Foram cumpridos 27 mandados de busca e apreensão e 16 mandados de prisão preventiva. Nos endereços dos investigados foram apreendidos veículos e documentos, informou a PF. A polícia informou que, durante a ação em Porto Seguro, o vereador Antônio Geraldo Ferreira Couto (PSB), o Geraldo Contador, de 52 anos, foi detido e está custodiado na sede da PF no município. Em Itabela, foi cumprido mandado no escritório de contabilidade Conect, localizado na Rua Dois de Julho, no centro da cidade. Segundo informações, o alvo das investigações é o contador Dionísio Souza do Carmo, que foi detido e levado para depor na PF. Denominada de Operação Pacioli, a força-tarefa é resultado de uma investigação que identificou 17 prestadores de serviços contábeis que estavam transmitindo informações falsas ao CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais), por meio de GFIP's (Guia de Recolhimento do FGTS e Informações Previdenciárias), e posteriormente formulando requerimentos de benefícios previdenciários fraudulentos. O modus operandi consistia na inserção de vínculos laborais fictícios, tendo sido utilizadas 106 empresas para a composição do tempo de contribuição, para 1.050 “trabalhadores” irregularmente inseridos.

Conforme a PF, os prestadores de serviço contábeis atuavam desde 2006 e grande parte das empresas utilizadas na fraude encontravam-se inativas e os seus responsáveis legais desconheciam as fraudes que vinham sendo praticadas pelos investigados. O prejuízo inicialmente identificado até 2012, em 210 benefícios avaliados, chega a aproximadamente R$ 2 milhões. Os investigados provavelmente também teriam utilizado os vínculos fictícios para obtenção de prestações de seguro-desemprego indevidas, cujos valores ainda serão levantados. Os envolvidos serão indiciados pelos crimes de falsidade ideológica, falsidade material e estelionato qualificado (art. 299, art. 297, § 3º, II e III e art. 171, § 3º, todos do Código Penal Brasileiro, cujas penas podem alcançar 18 (dezoito) anos de reclusão. Foram concedidas pela Justiça Federal de Teixeira de Freitas diversas medidas cautelares, tais como bloqueio dos pagamentos e suspensão dos benefícios ativos, suspensão do certificado digital, suspensão da atividade econômica dos investigados e bloqueio de bens e valores. A operação contou com a participação de 130 policiais federais e 30 servidores da Previdência Social. O nome da operação é uma referência a Luca Bartolomeo de Pacioli, monge franciscano e célebre matemático italiano, sendo considerado o pai da contabilidade moderna.

Radar64

 

Homicídio no Pedro Jerônimo

Violento tiroteio na rua de Fátima, bairro Pedro Jerônimo, provocou uma morte na tarde desta sexta feira (27). Júnior Ramos da Silva, 33 anos, o conhecido Lunga, foi assassinado com um tiro na cabeça, por desconhecidos. Muito popular no mundo do futebol (irmão do também jogador Bocais), atuante no Interbairros, Lunga tinha envolvimento com as drogas. O Samu 192 esteve no bairro para prestar socorro a vítima, que já estava sem vida. Na localidade, os moradores adotam a lei do silêncio, mas a polícia já está investigando o caso. Um transeunte disse que os dois atiradores fugiram pela escadaria do bairro. Já são 16 homicídios em Itabuna em 2015 -o 5º de março, depois de um intervalo de 10 dias.

rbn


0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.