Campanha de vacinação contra Influenza é prorrogada em Ilhéus

A Secretaria de Saúde de Ilhéus recebeu ofício do secretário nacional de Vigilância em Saúde, Osnei Okumoto, informando que “em função da greve do transporte rodoviário, a vigésima campanha nacional de vacinação contra Influenza será prorrogada até o dia 15 de junho deste ano”. Na oportunidade, o técnico fez uma avaliação e recomendações para a vacinação após o término da campanha.

 

Osnei Okumoto lembrou ainda que “a partir do dia 18 de junho, para aqueles municípios que ainda não atingiram a meta estabelecida pelo Programa Nacional de Imunizações de 90%, deverão buscar estratégias para continuar vacinando os grupos prioritários, em especial, crianças, gestantes, idosos e pessoas com comorbidades, uma vez que a vacinação contra a Influenza contribui sobremaneira para a redução das complicações, das internações e, consequentemente, da mortalidade decorrente das infecções pelo vírus da gripe, nos grupos alvos já definidos. Vale também destacar que as coberturas vacinais precisam ser homogêneas entre os municípios, a fim de eliminar os bolsões de suscetíveis”.

 

No comunicado, o secretário nacional de Vigilância em Saúde informou ainda que “a partir do dia 18 de junho, caso haja disponibilidade de vacinas nesse estado ou nos seus respectivos municípios, a vacinação poderá ser estendida para crianças de cinco a nove anos de idade e adultos de 50 a 59 anos. Nesses grupos não será avaliada a cobertura vacinal, somente as doses aplicadas”.

 

Osnei Okumoto destacou também que “os critérios para eleger estes grupos foram discutidos com o Comitê Técnico Assessor em Imunizações, com o Grupo Técnico em Vigilância em Saúde e a Comissão Intergestores Tripartite e foram definidos conforme a situação epidemiológica e vulnerabilidade para complicações, se justificando pelo fato de que o grupo de 50 a 59 anos apresenta maior carga de doença, elevado percentual de risco e maior vulnerabilidade para o óbito e as crianças de cinco a nove anos de idade apresentarem melhor resposta a vacinação, e que são um dos principais transmissores do vírus influenza na comunidade”.

 

No final do ofício, o secretário nacional de Vigilância em Saúde disse que “reitero que esta ampliação deverá ocorrer naquelas localidades nas quais houver estoque da vacina influenza. Informo que não haverá envio de novas remessas, uma vez que todo o estoque nacional já foi distribuído para as unidades federadas”.

COMPARTILHAR:
← Anterior Proxima  → Página inicial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Contra-Cheque

Contra-Cheque
Prefeitura de Ilhéus

Segurança Publica

TJ-BA

Correios

COELBA

EMBASA