quarta-feira, 3 de maio de 2017

Devido as fortes chuvas que caíram ininterruptamente de ontem à tarde até as primeiras horas da manhã de hoje (03), em Ilhéus, a Defesa Civil está em alerta e monitorando todas as 42 áreas de risco existentes nos altos e morros da cidade. Às 8 horas da manhã as equipes já tinham vistoriado todas estas áreas. De acordo com Joandre Neres, coordenador da Defesa Civil, choveu 29,3 mm em apenas duas horas, ontem.

O Alto Nerival é o que apresentou, até o momento, a maior preocupação. Uma área de acesso ao morro ficou bastante danificada com o excesso da chuva e foi preciso estender lonas de plástico para evitar maiores deslizamentos de terra. A cidade registrou 20 pontos e alagamentos e quatro ocorrências de deslizamento e desabamento de contenção.

De acordo com o Clima tempo, o dia hoje será com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. A previsão é de que volte a chover forte durante a noite. Para hoje, a temperatura mínima prevista é de 21 graus. A máxima, 28. A precipitação para hoje é de aproximadamente 40 mm.

A Defesa Civil disponibiliza dois telefones para atendimento de emergência: 3234-3597e 98895-8633.

Projetos

No último final de semana, dois engenheiros civis, um geógrafo e uma assistente social, da Prefeitura de Ilhéus e de uma empresa de consultoria, percorreram todas as áreas de risco do município. O objetivo é traçar um diagnóstico, definindo prioridades de investimento, para elaboração de projetos que contemplem estas comunidades, tanto nos altos quando na parte baixa da cidade.

A ideia é que, de posse dos diagnósticos sobre estas comunidades, projetos possam ser apresentados ao governo federal e, depois de analisados, recursos possam ser liberados para sua execução. “Estamos fazendo agora medidas que irão nos contemplar nos próximos quatro anos”, afirma Hermano Fahning, secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (Seintra). A equipe dele já concluiu o levantamento na zona sul, centro e norte do município. “A partir deste trabalho de campo vamos definir poligonais de intervenção e elaborar projetos completos para captar recursos na modalidade de Saneamento Integrado, via PAC, no Ministério das Cidades”, projeta.


0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.