quarta-feira, 13 de abril de 2016

A falta de chuvas no sul do estado e a pouca disponibilidade de água na barragem do Iguape e na barragem do rio do Engenho, mananciais que abastecem Ilhéus, levou a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) a reduzir preventivamente a oferta de água na cidade em cerca de 15%. Com isso, a distribuição será feita por áreas de abastecimento que, a partir da próxima segunda-feira, dia 18, passarão a receber água em dias alternados. Essa foi a solução encontrada para garantir a continuidade do fornecimento de água diante dos efeitos da estiagem prolongada e atípica que acontece na região.

 De acordo com o gerente da Embasa na região, Danilo Gomes, serão afetados com a medida cerca de 24.100 domicílios de um total de 53.200, em Ilhéus, distribuídos em 17 setores de abastecimento. “Como teremos que captar menos água, para não esgotar a disponibilidade dos mananciais, e distribuir para o mesmo número de residências, é preciso que todos mudem seus hábitos, até que volte a chover, consumindo água de forma racional e mais inteligente para que não venha a faltar”, explica Danilo.

 Recomendações

 Nesse cenário, é importante evitar o uso de água potável para a lavagem de carros, de calçadas ou rega de plantas e jardins. Para esses fins, é recomendável o reuso da água de lavagem de roupas ou da lavagem de hortaliças e legumes (ver mais dicas no hotsite eueconomizoagua.com.br). Também é preciso que a população seja vigilante em relação a vazamentos na rede interna do imóvel onde mora ou de onde frequenta, como shoppings, centros comerciais e repartições públicas e em relação a vazamentos na rua.

 Para informar sobre vazamentos na rede pública distribuidora de água, basta ligar 0800 0555 195 para que a Embasa providencie o conserto da tubulação e evite perda de água na distribuição.

0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.