quinta-feira, 16 de junho de 2016

O coronel Antônio Jorge Ribeiro Santana, ex-comandante da Polícia Militar na Bahia, será julgado nesta quinta-feira (16) por fraude e lavagem de dinheiro na locação superfaturada de viaturas. Coronel Santana é acusado de receber propinas para superfaturar a compra de 201 viaturas e foi preso em marçlo de 2009 durante a Operação Nêmesis. Depois foi colocado na reserva. Além do coronel Santana, 11 pessoas são acusadas de envolvimento num esquema que, segundo as investigações, movimentou mais de R$ 1,2 milhão com uma suposta compra de gado para abate. Antônio Jorge Santana foi comandante geral da PM até 2008. Seu esquema, segundo o processo, envolveu a empresa paulista Júlio Simões, que vendia viaturas para a corporação.
A Região

0 comentários:

Postar um comentário

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.